Clima

Saiba mais sobre frentes frias, o fenômeno que derruba a temperatura

Muito comum nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, as frentes frias podem trazer chuva e diferença de temperatura de um dia para o outro. Entenda o que são e como funcionam.

As frentes frias são situações que acontecem naturalmente na natureza por conta da movimentação dos ventos e das massas polares. Podem acontecer em qualquer momento do ano, mas são mais sentidas quando as temperaturas já estão baixas.

Assim, quando a frente fria “bate na porta”, é hora de tirar aquelas peças e roupa do armário. Ter um cobertor e um edredom de qualidade é essencial para manter a saúde nesse momento. Então, esteja preparado!

Entenda o que são as frentes frias e como o fenômeno acontece!

O que são as frentes frias?

Frente fria é o nome dado ao fenômeno natural que diminui as temperaturas de maneira abrupta, praticamente de um dia para o outro. Nada mais são do que massas de ar frio que ocupam o lugar de uma massa de ar que está mais quente.

No verão, isso significa temperaturas mais amenas. Porém, no inverno, as temperaturas podem cair muito, tornando os dias ainda mais gelados. As frentes frias são um fenômeno muito comum e acontecem com frequência, não trazendo grandes problemas. 

Mesmo assim, é interessante saber quando uma frente fria está chegando para se preparar, tirar os casacos e edredons do armário e evitar problemas de saúde causados pela mudança de temperatura. Então, é interessante acompanhar a previsão do tempo. 

Como o fenômeno acontece?

As frentes frias são massas de ar polar que se deslocam da Antártica para o Brasil e se encontram com as massas de ar tropical. Nesse encontro, a massa mais fria pode “empurrar” a mais quente, derrubando as temperaturas. 

Porém, o contrário também pode acontecer, quando a massa de calor é mais intensa e impede que o ar gelado chegue a uma região. Geralmente isso acontece no verão, sendo que algumas regiões ficam com temperatura mais amena, mas ainda acima dos 25 ºC. 

Quando as duas massas se encontram, também aumentam as possibilidades de chuva. Por isso, muitas vezes, um dia de chuva fora de época pode indicar que os próximos dias serão mais gelados, pois a precipitação foi resultado da chegada da frente fria. 

Quais são as regiões do Brasil mais atingidas?

Todas as massas de ar frio do Hemisfério Sul são formadas no polo e se espalham para os outros continentes graças à movimentação dos ventos. No Brasil, a massa de ar predominante é a tropical (pelo seu posicionamento no globo), por isso, é um país com temperaturas positivas e com maior umidade. 

Quando uma frente fria chega ao país, raramente atinge as regiões próximas ao trópico central. Assim, as regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste são as que mais sentem o efeito das frentes frias.

No caso das regiões Nordeste e Norte, as frentes frias já são desviadas para o Oceano Atlântico graças à predominância da massa tropical. Quando chegam a essas regiões, geralmente causam mais chuvas e tempestades do que a queda significativa de temperatura. 

Como os meteorologistas percebem a frente fria?

As frentes frias que atingem o Brasil são as mesmas que atingem o sul da África, pois a massa sobe pelo sul da América do Sul, passa pelo litoral da Argentina e Uruguai, sobe pela região sul do Brasil e logo começa a se dispersar para o oceano, até chegar do outro lado do Atlântico. 

Todo esse fenômeno depende dos ventos, massas de ar marítimas e da pressão do ar do planeta. Por isso, avaliando esses parâmetros, os meteorologistas conseguem definir o momento aproximado em que a frente fria chegará ao país. 

É possível perceber que uma frente fria está chegando?

De maneira geral, é possível perceber que uma frente fria está chegando. Essa percepção é mais clara para moradores das regiões Sul e Sudeste, pois é exatamente onde as massas de ar quente e frio se encontram. 

Alguns sinais que podem indicar a chegada de dias mais frios é um dia com mais vento do que os anteriores ou com chuva, mesmo fora de época e espaçada (quando os outros dias não tem previsão), pois esse é um resultado do encontro das massas. 

Também é possível perceber uma leve queda na temperatura, que pode indicar próximos dias mais frios. O tempo que uma frente fria fica em uma região é variado, já que depende de muitos fatores, mas geralmente dura até uma semana, quando já começa a se dispersar. 

Ficar de olho nesses indícios e acompanhar a previsão do tempo, claro, pode ajudar você a se planejar e tirar os itens de frio do armário. 

Leave a Reply

Your email address will not be published.